Servidores da Fundação Piratini fazem assembleia para decidir se paralisam no dia 28 de abril

Reunião será feita no pátio das emissoras Reunião será feita no pátio das emissoras Foto: Douglas Roehrs / Sindjors

Os funcionários da Fundação Piratini vão decidir, na próxima segunda-feira, dia 24, às 15h, se vão aderir à Greve Geral de 28 de abril. Com mediação dos sindicatos dos Jornalistas e dos Radialistas, a assembleia geral extraordinária será realizada no pátio das emissoras TVE e FM Cultura.

 

Para que os servidores participem da greve é necessário que dois terços dos presentes na reunião votem a favor, independentemente do quórum. A regra visa priorizar o caráter representativo respeitando o interesse da maioria.

 

A proposta de paralisação se dá pela necessária participação no movimento nacional organizado para impedir as reformas que vão atingir diretamente os trabalhadores e as trabalhadoras de todo o país.

 

Imprensa / Sindjors

Imposto Sindical - GRCSU

 

Mensalidades do Sócio - Pagamento de Mensalidade SINDJORS

Subir