Banner do topo

MPT esclarece informações equivocadas noticiadas pela mídia sobre caso da Fundação Piratini

Manifestação dos servidores contra a extinção da fundação, em dezembro Manifestação dos servidores contra a extinção da fundação, em dezembro Foto: Douglas Roehrs / Sindjors

Na manhã desta quinta-feira, dia 8, a procuradora do trabalho Sheila Ferreira Delpino, da 4ª região do Ministério Público do Trabalho (MPT), publicou uma nota contradizendo “informações incompletas, distorcidas e equivocadas” dadas por veículos de comunicação sobre a denúncia de que funcionários comissionados (CCs) estariam exercendo atividades-fim na TVE e na FM Cultura.

 

Ao contrário do que veio a público, o MPT não meramente indeferiu o pedido de instauração de inquérito civil (IC). Ocorre que já há uma decisão judicial definitiva anterior determinando que a Fundação Cultural Piratini "se abstenha de utilizar servidores admitidos para o exercício de cargos em comissão em atribuições distintas daquelas de direção, chefia e assessoramento, como as de editoria, produção e apresentação de programas e realização de reportagens, sob pena de pagamento de multa diária, ora fixada em R$ 500,00, por trabalhador deslocado, reversível ao FAT - Fundo de Amparo ao Trabalhador".

 

Logo, serão “apuradas as irregularidades atuais relatadas e, caso comprovadas, adotadas as medidas judiciais cabíveis por parte desse Órgão do Ministério Público do Trabalho, ou seja, provável ajuizamento de ação de execução para cobrança da multa por descumprimento da sentença judicial”.

 

“Nós cremos que seja mais uma vitória dos servidores concursados, pois há provas concretas, em vídeo, de desvio de função por parte de CCs”, destaca o presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do RS (SINDJORS), Milton Simas.

 

Imprensa / Sindjors

Última modificação em Quinta, 08 Junho 2017 15:34

Notícias - Tags

36º Congresso Estadual dos Jornalistas 63ª Feira do Livro de Porto Alegre aceg acordo coletivo Artigos assembleia assembleia geral de previsão orçamentária para 2018 assembleia legislativa audiência pública Campanha de Negociação Coletiva 2014 Caxias do Sul chaparini cinebancários cinema Claudir Nespolo comdim comunicação Concursos Concurso TVE e FM Cultura Conferência Livre de Comunicação em Saúde congresso nacional dos jornalistas convênios corsan cultura curso de extensão cursos CUT CUT NACIONAL cutrs debate delegacia regional delegado sindical diretas já EBC Edital eleição Eleição SINDJORS 2016 Encontro Gaúcho pelo Direito à Comunicação Entrevistas evento Exposição expresidente Lula falecimento feaj Federação Nacional dos Jornalistas Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) Federação Nacional dos Jornalistas – FENAJ FENAJ Fim da Violência contra as Mulheres FNDC fotografia Frente Jurídica em Defesa das Fundações fundação piratini fundações Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação fórum social das resistências greve geral GREVE NACIONAL grupo rbs imprensa I Seminário Estadual Saúde do Trabalhador jornalismo Jornalismo e o golpe na política Jornalismo na Mídia Juremir Machado da Silva, Denise Mantovani e Moisés Mendes livro matheus chaparini Milton Simas Milton Simas Junior Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) mulher Notas Oficiais núcleo de aposentados ocupação palestra pec 241 porto alegre previdência prêmio Prêmios Jornalismo record reforma da previdência reforma trabalhista revolução russa rio grande salário sartori seminário sindbancários Sindicato Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul (SINDJORS) Sindicato Radialistas sindjors TVE e da FM Cultura TVE e FM Cultura Vagas de Emprego versão dos jornalistas violência violência policial

Imposto Sindical - GRCSU

 

Mensalidades do Sócio - Pagamento de Mensalidade SINDJORS

Subir