Banner do topo

Ato-show “Porto Alegre por Diretas Já” reúne mais de 30 mil pessoas na Redenção

Evento foi realizado nesse fim de semana Evento foi realizado nesse fim de semana Foto: Guilherme Santos / Sul21

Mais de 30 mil pessoas participaram ao longo do domingo, dia 11, do ato-show Porto Alegre por Diretas Já, em frente ao Espelho d’Água, no Parque da Redenção, em defesa do afastamento do presidente golpista Michel Temer (PMDB), da realização de eleições diretas e contra as reformas da Previdência e trabalhista. A manifestação iniciou às 11 horas, quando o sol aquecia a cidade depois da madrugada de frio intenso, e só terminou no início da noite, após as 19 horas.

 

O evento foi transmitido ao vivo, através do Facebook, pela Frente Brasil Popular do RS e compartilhado pela CUT-RS e dezenas de páginas nas redes sociais, tendo sido acessado por mais de 1,2 milhão de pessoas. Houve apresentações de vários artistas gaúchos de diferentes gêneros musicais e manifestações de parlamentares do PT, PDT, PCdoB e PSol, além de um representante do PSB, bem como das frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo.

 

A exemplo dos atos que aconteceram no Rio de Janeiro, no dia 28 de maio, e em São Paulo, no dia 3 de junho, o ato na capital gaúcha reuniu artistas que defendem as eleições diretas como saída para a crise brasileira. Entre tantos outros que brilharam no palco, destacaram-se Ernesto Fagundes, Hique Gomez, Negras em Canto, Bebeto Alves, Nani Medeiros, Roda Viva, Raul Elwanger, Duca Leindecker, Duda Calvin e Thiago Ramil. O diretor de teatro Julio Conte também se expressou a favor de eleições diretas.

 

A iniciativa foi de profissionais da cultura, que contaram com o apoio da CUT-RS e centrais sindicais, das frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, de movimentos sociais, partidos de esquerda e organizações da sociedade civil.

 

Diversos artistas gaúchos se apresentaram Foto: Guilherme Santos / Sul21

 

A secretária de finanças da CUT-RS e representante da Frente Brasil Popular, Vitalina Gonçalves, disse que o Brasil sofreu um golpe e agora “precisamos ocupar as ruas para barrar as reformas”. Ela chamou os trabalhadores e as trabalhadoras para que participem da greve geral de 30 de junho, que as centrais sindicais estão organizando em todo o país. “Vamos parar outra vez porque é o povo nas ruas que vai barrar o golpe”, frisou Vita.

 

O ato foi apresentado com muita alegria e animação por Glória Cristal e Lili Fernandes, que não se cansaram de repetir “Fora Temer” e “Diretas Já”, além de outras palavras de ordem. Foi um grande evento a favor da democracia.

 

Fonte: CUT-RS com Sul21

Notícias - Tags

3º Congresso Nacional Extraordinário de Jornalistas (CONEJ) 20 impactos da reforma trabalhista para jornalistas 21º Encontro Nacional de Jornalistas em Assessoria de Imprensa (ENJAI) 36º Congresso Estadual dos Jornalistas 63ª Feira do Livro de Porto Alegre aceg acordo coletivo Artigos assembleia assembleia geral de previsão orçamentária para 2018 assembleia legislativa audiência pública Campanha de Negociação Coletiva 2014 Caxias do Sul chaparini cinebancários cinema comdim Comitê Gaúcho do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação comunicação Concursos Concurso TVE e FM Cultura Conferência Livre de Comunicação em Saúde congresso nacional dos jornalistas convênios corsan cultura curso de extensão cursos CUT cutrs debate delegacia regional delegado sindical diretas já EBC Edital eleição Eleição SINDJORS 2016 Encontro Gaúcho pelo Direito à Comunicação Entrevistas evento Exposição falecimento Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) FENAJ FNDC fotografia frei Sergio Görgen, Josi Costa e Leila Denise Meurer Frente Jurídica em Defesa das Fundações fundação piratini fundações fórum social das resistências greve dos Servidores greve geral GREVE NACIONAL grupo rbs imprensa I Seminário Estadual Saúde do Trabalhador jornalismo Jornalismo e o golpe na política Jornalismo na Mídia Juremir Machado da Silva, Denise Mantovani e Moisés Mendes livro matheus chaparini Michel Temer Moisés Mendes, Juremir Machado da Silva e Denise Mantovani Morre jornalista Fernando Goulart, em Porto Alegre mulher Notas Oficiais núcleo de aposentados ocupação palestra paulo pimenta pec 241 Piratini (TVE e FM Cultura) porto alegre previdência prêmio Prêmios Jornalismo record reforma da previdência reforma trabalhista revolução russa rio grande salário sartori seminário sindbancários Sindicato sindicato de São Paulo sindicato Distrito Federal sindjors SOS SINDJORS TVE e FM Cultura Vagas de Emprego versão dos jornalistas violência violência policial Vitória (ES)

Imposto Sindical - GRCSU

 

Mensalidades do Sócio - Pagamento de Mensalidade SINDJORS

Subir