Defesa Chaparini

Funcionários da Corsan decidem paralisar suas atividades caso acordo coletivo não avance

Sindicatos se reuniram após encontro com a direção da Corsan Sindicatos se reuniram após encontro com a direção da Corsan Foto: Divulgação

Na manhã desta quinta-feira, dia 3, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do RS (SINDJORS), na figura do seu presidente, Milton Simas, e demais sindicatos que representam os trabalhadores da Corsan abandonaram a reunião de acordo coletivo da empresa.

 

O ato foi uma resposta à forma desrespeitosa adotada pela direção da companhia, que não apresenta proposta alguma com o intuito de empurrar o desfecho para depois de novembro, quando começa a valer a reforma trabalhista de Temer.

 

A estratégia da intersindical, criada pelos trabalhadores, é forçar a direção da Corsan a fazer algum avanço, já que a situação se arrasta desde março. Em reunião posterior na sede do SINDIÁGUA, foi redigido um ofício, com encaminhamento ao presidente da companhia, Flávio Presser, comunicando que, no próximo dia 10, os sindicatos estarão na sede da Corsan para receber a proposta. Caso nada seja apresentado, haverá paralisação das atividades, por um turno, no dia 15.

 

Sindicatos presentes na reunião: SINDIÁGUA, SENGE, SINTEC, SINQUIRS, SINDAERGS, SINDJORS, SCPA, SAERGS, SINDITEST, SASERS e SIPERGS.

 

Fonte: SINDIÁGUA

Última modificação em Quinta, 03 Agosto 2017 16:32

Imposto Sindical - GRCSU

 

Mensalidades do Sócio - Pagamento de Mensalidade SINDJORS

Subir