-->

Detalhes Notícia


SINDJORS lamenta novo ataque contra a liberdade de imprensa

Foto: Ricardo Augusto de Souza/divulgação

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do RS (SINDJORS) lamenta ter que vir a público mais uma vez para repudiar com veemência novo ato de violência contra jornalista no exercício da profissão e prestar solidariedade ao colega Marcelo Casagrande, repórter fotográfico do Jornal Pioneiro, do Grupo RBS.

Durante cobertura de manifestações de caminhoneiros que realizava em posto de combustíveis em Caxias do Sul, nesta terça-feira, o jornalista foi brutalmente violentado em todos os seus direitos, desde o exercício da profissão até a sua integridade física e moral. Não podemos aceitar atos violentos como legítimos dentro de movimentos de luta e grevistas, nem obstruir ou tentar tirar à força a liberdade de expressão. Ninguém tem o direito de agredir e espancar trabalhadores da imprensa ou qualquer outro cidadão brasileiro.

Respeitar as opiniões divergentes, a liberdade de expressão e o direito de ir e vir são garantias máximas no regime democrático de direito, asseguradas pela nossa Constituição Federal. São consignas que o Sindicato defende permanentemente e com fervor redobrado neste momento de turbulência institucional no nosso país.

Acompanhe o relato do colega clicando aqui.

Fonte: Imprensa/SINDJORS

Tags: ato de violência contra jornalista no exercício da profissão - do Grupo RBS - jornalista Vladimir Herzog - Marcelo Casagrande - repórter fotográfico do Jornal Pioneiro
Cadastrada em 29/05/2018