-->

Detalhes Notícia


SINDJORS retoma convênio e parceria com consultório de dentista

Foto: José Antônio Silva/divulgação

Se depender do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do RS, apesar das crises econômica e política do Brasil e do estado, um sorriso mais tranquilo e saudável pode voltar ao rosto dos colegas. Não é força de expressão: desde a segunda-feira, 25 de junho, está reativado o convênio entre o SINDJORS e o dentista Jorge Mallmann, através da Clínica da Boca (Rua Felipe Camarão, 751, bairro Bom Fim, fone: 51-3311-1946).  “Em função dos ataques do desgoverno de Michel Temer aos trabalhadores e às entidades sindicais, mutilando os direitos trabalhistas e cortando o imposto sindical de modo abrupto e sem alternativas de financiamento, todo o movimento sindical foi duramente atingido, assim como as categorias profissionais”, recorda o presidente do Sindicato dos Jornalistas, Milton Simas. “Entre várias medidas difíceis que tivemos que tomar contra a nossa vontade, uma foi a suspensão do convênio odontológico, a partir de setembro de 2017”,  afirma Simas.

 

Pacientes e amigos

Jorge Malmann, 56 anos, formado pela UFPel e especialista em Prótese e Implante, viu com satisfação a iniciativa do Sindicato em retomar a parceria. “ Eu trabalho com o SINDJORS desde 2001”, lembra ele. “Apoio as causas dos trabalhadores – e além de pacientes eu fiz muitos amigos e amigas na categoria dos jornalistas neste tempo todo”, reforça. “Acho que é justo retomarmos este contato. A informação e a divulgação têm valor, e isto pode ser negociado para o bem dos jornalistas e também do nosso trabalho”, entende Mallmann.

 

Nos últimos tempos, após cessar o convênio, a Clínica da Boca passou a cobrar preços de mercado também para os jornalistas – uma situação muito difícil para uma categoria especialmente afetada por problemas de mercado (como os ataques a órgãos estaduais de comunicação, como TVE e FM Cultura, e assessorias de imprensa de empresas públicas na mira privatista do governador José Ivo Sartori).

 

De R$ 275,00 a consulta, a partir de agora o preço cobrado aos jornalistas por Mallmann e seus colegas Paulo Coutinho e Milton Polita, na Clínica da Boca, fica em R$ 140,00. Apenas alguns tratamentos de maior complexidade (próteses, implantes, tratamento de canal, etc) têm preços maiores, mas também passíveis de descontos para os associados do Sindicato dos Jornalistas/RS. Mallmann informa ainda que será elaborada uma tabela específica para casos de maior complexidade.

 

Solidariedade social

O “dentista do Sindicato” (que chegou a trabalhar em um gabinete odontológico na sede da entidade, nos primeiros três anos em que atuou para a categoria) não tem dúvidas que é fundamental a cooperação entre os setores da sociedade, neste momento difícil do Brasil.

 

“Depois do golpe que afastou a presidenta Dilma do cargo, os golpistas impuseram uma agenda conservadora muito pesada aos brasileiros e brasileiras – nosso país virou um laboratório de medidas neoliberais e antitrabalhadores”, analisa ele. “Tudo não pode se resumir ao mercado, eu acredito que é fundamental mantermos uma visão de apoio e solidariedade na nossa sociedade”, concluiu o odontólogo.

 

Fonte: José Antônio Silva 

Tags: dentista - Jorge Mallmann - Sindicato dos Jornalistas Profissionais do RS - SINDJORS
Cadastrada em 09/07/2018