-->

Detalhes Notícia


Em reunião com Fabico da UFRGS, Comitê Gaúcho do FNDC amplia combate às “fake news”

A luta contra as notícias falsas ou manipuladas não pode parar. Na tarde de quinta-feira (24), o Comitê Gaúcho do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC) se reuniu com a vice-diretora da Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação (Fabico) da UFRGS, professora Ilza Maria Tourinho Girardi, em Porto Alegre. O objetivo foi buscar parcerias para ampliar o combate às “fake news”.

 

O secretário de Comunicação da CUT-RS, Ademir Wiederkehr, e o presidente do Sindicato dos Jornalistas do Rio Grande do Sul (SINDJORS), Milton Simas Júnior, enfatizaram a importância de engajar as universidades no enfrentamento das mentiras que circulam nos meios de comunicação e nas mídias sociais.

 

“A cada dia as pessoas são bombardeadas com notícias, mas muitas vezes não conseguem distinguir se são realmente verdadeiras”, disse Ademir. “Temos que reagir, criar uma consciência crítica na sociedade, educar para a comunicação e abrir novos e eficientes canais de denúncias junto às instituições competentes, onde qualquer cidadão possa registrar uma ‘fake news’ e depois acompanhar a apuração, a identificação e a punição dos responsáveis”.

 

Para Milton, a situação é muito preocupante, pois as pessoas já não sabem mais quando uma notícia é verdade ou mentira. “As eleições nos apresentaram esse cenário e não tivemos qualquer tipo de combate ou controle. Nossa intenção é oferecer ao público notícias reais, para que todos possam formar sua opinião. Precisamos reverter esse quadro atual.”

 

Ilza, que abriu as portas da Fabico para a realização do 1º Encontro Gaúcho pelo Direito à Comunicação (EGDC), em outubro de 2017, considerou importante a iniciativa do FNDC, uma vez que as “fake news” afrontam também a ética e o exercício do bom jornalismo. A professora ficou de dialogar com professores e estudantes de comunicação, visando aprofundar o debate e fortalecer o movimento.

 

Nova reunião deverá ser realizada em fevereiro, com a participação das demais parcerias, na perspectiva de organizar um debate público em março, na capital gaúcha, para chamar a atenção da sociedade.

 

“Queremos reunir comunicadores, professores, estudantes, procuradores do Ministério Público, advogados, parlamentares, dirigentes sindicais e intelectuais, dentre outros segmentos, visando buscar caminhos para enfrentar as ‘fake news’ e as manipulações da comunicação, a fim de defender a verdade, o jornalismo e a democracia”, destacou Ademir.

 

O encontro com a vice-diretora da Fabico ocorreu um mês depois da audiência concedida pelo procurador adjunto dos Direitos do Cidadão do Ministério Público Federal, Domingos Sávio Dresch da Silva, em 19 de dezembro do ano passado. Ele também aprovou a iniciativa, elogiando a mobilização do FNDC contra as “fake news”.

Fonte: CUT-RS

Tags: Ademir Wiederkehr - Comitê Gaúcho do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC) - Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação (Fabico) - Ilza Maria Tourinho Girardi - Milton Simas Júnior - secretário de Comunicação da CUT-RS - Sindicato dos Jornalistas do Rio Grande do Sul - SINDJORS - UFRGS
Cadastrada em 28/01/2019