-->

Detalhes Notícia


SINDJORS se solidariza com jornalista Rodrigo Lopes, do Grupo RBS

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul (SINDJORS) presta sua solidariedade ao colega Rodrigo Lopes, que foi impedido de exercer a atividade na Venezuela, como correspondente do Grupo RBS. De acordo com o profissional, após ser detido e interrogado, passou duas horas em uma unidade militar de Caracas na sexta-feira, dia 25. “Fiquei retido sem comunicação com o exterior, sem passaporte e sem celular”, diz. Logo após o ocorrido, Lopes retornou ao Brasil.

 

O SINDJORS repudia toda forma de censura. A liberdade de imprensa e o trabalho ético do jornalista constituem um bem fundamental para a democracia.

 

Fonte: Imprensa/SINDJORS

Tags: Grupo RBS - Rodrigo Lopes - Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul (SINDJORS)
Cadastrada em 28/01/2019