-->

Detalhes Notícia


SINDJORS lamenta o falecimento de Jair Alberto

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul (SINDJORS)  comunica com pesar o falecimento de seu associado Jair Alberto Sá Silva, de 68 anos, ocorrido domingo no Hospital São Lucas da PUC, onde estava hospitalizado. O velório está sendo realizado no Cemitério Jardim da Paz, onde seu corpo será enterrado às 16h.

 

Jair Alberto era repórter cinematográfico reconhecido no Rio Grande do Sul e no restante do País, pois além de atuar na RBS TV também foi profissional da Rede Globo. Para homenageá-lo, o SINDJORS reproduz o texto publicado no Facebook do colega Jonas Campos, com quem trabalhou por longos anos:

 

“Jair Alberto, repórter cinematográfico. Na Amazônia, entre tantos trabalhos, cobriu o caso Chico Mendes ao lado de Caco Barcelos, acompanhou as buscas aos ianomâmis desaparecidos com Marcos Losekan. Trabalhou em Brasília na sucursal da Globo. Começou na RBS TV, onde projetou grandes repórteres. Foi meu mestre, me ensinou muito do que sei em televisão, um irmão, uma pessoa maravilhosa. Numa enchente em Itaqui, eu e ele fomos pra lá. Eu crente que seria apenas uma reportagem para o JN, se tanto. Graças ao Jair Alberto, ficamos aquela semana toda no ar no JN. Várias reportagens. Ele dava uma ideia atrás da outra. E emocionamos o Brasil com o drama dos gaúchos isolados na fronteira. Alegre, confiante, brincalhão.”

 

O SINDJORS se solidariza com seus familiares, colegas e amigos.

 

Fonte: SINDJORS

Tags: Jair Alberto Sá Silva - Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul (SINDJORS)
Cadastrada em 25/03/2019