-->

Detalhes Notícia


Curso Escrita Criativa no Jornalismo abre novas vagas

A atividade, que acontece de 5 de outubro a 2 de novembro, sempre aos sábados, é voltada para jornalistas, estudantes de jornalismo, profissionais da área da Comunicação e todos aqueles que desejam participar da oficina. A escrita parte das próprias memórias, lembranças e impressões e, também, das reflexões e memórias dos outros; neste caso, vamos aplicar um olhar atencioso aos relatos de vítimas da Ditadura Militar. A inspiração para essa edição da oficina é o Livro Dos Abraços, de Eduardo Galeano.

 

Os objetivos do encontro serão treinar a escrita, refletir sobre a nossa realidade, e, também, como a observamos e a transcrevemos para informar, além da criação de metamemórias, narrativas curtas que serão disponibilizadas no ebook Emaranhado.

 

Haverá certificado digital. Maiores informações com Rafael Gloria, no e-mail rafaelgloria88@gmail.com ou pelo whats (51) 999915282.

 

Serviço

Quando: De 5 de outubro a 2 de novembro, sábados, das 15h às 17h30min.
Onde: Espaço Nonada (Rua Lopo Gonçalves, 485).
Vagas: Apenas cinco vagas. Com Certificado Digital.
Investimento: 150 reais pelos cinco encontros, mediante depósito bancário. Opção, também, de parcelamento no cartão de crédito, com pequeno reajuste no valor, pelo link https://www.eventbrite.com.br/e/6a-oficina-de-escrita-criativa-no-jornalismo-narrativas-curtas-tickets-71266918271.

 

Programação

Introdução
1ª encontro (05/10): Analisando textos de ficção e de não ficção.
Apontamentos sobre narrador + personagens + espaço + tempo + trama.
Leitura e análise de diferentes textos.
De mim e do universal.

 

2ª encontro (12/10): Memórias perdidas repatriadas por nós mesmos.
Narrativas curtas + memória como gênero literário + transformações das próprias lembranças.
Exercícios de cartas + metamemórias.

 

3ª encontro (19/10): Descrevendo, absorvendo, sentindo.
Técnicas de descrição + mini deriva na Cidade Baixa.
Exercício de descrição sensitiva.
Dos outros e do período da ditadura.

 

4ª encontro (26/10): Relatos Orais, escuta atenta.
História oral + técnicas de entrevista.
Exercício de escuta atenta (entrevista) + escrita.

 

5ª encontro (02/11): Relatos escritos e alterações imaginativas, foco nos depoimentos relativos à ditadura militar.
Breve história do período + leitura de textos de relatos.
Exercícios de recosturas e reimaginações + Intervenções nas redes sociais.

 

Sobre o professor
Rafael Gloria é jornalista formado na Ufrgs, especialista em Jornalismo Digital pela Pucrs e Mestre em Comunicação pela Ufrgs, com a pesquisa O Jornalismo Alternativo à Luz do Circuito das Comunicações: Uma História Cultural do Coojornal (1975-1983). Tem experiência em jornalismo impresso e digital, colaborando com periódicos como Correio do Povo, Jornal do Comércio e Jornal Metro. Também tem vasta experiência na cobertura cultural, sendo editor-fundador do site Nonada – Jornalismo Travessia, e do Zine Travessias, publicação destinada a traçar perfis jornalísticos. O Nonada – Jornalismo Travessia foi tema de artigo de pesquisa do Itaú Cultural, em 2010, e entrou para o mapa de jornalismo independente da Agência Pública, em 2016.

 

Fonte: Rafael Gloria

Tags: Escrita Criativa no Jornalismo - Rafael Gloria
Cadastrada em 17/09/2019