-->

Detalhes Notícia


Deputado Lucas Redecker (PSDB) manifesta reconhecimento pela luta contra a MP 905/2019

Um grupo de representantes da Frente dos Sindicatos Integrados em Defesa das Profissões esteve reunido com o deputado federal do PSDB, Lucas Redecker, nesta sexta-feira, 06/12, solicitando um posicionamento do parlamentar contra a Medida Provisória 905/2019. O texto desta MP, emitida pelo governo federal, além de ser definido como um retrocesso para as questões trabalhistas, é inaceitável pela imposição da retirada dos registros profissionais de 14 categorias de trabalhadores.

 

Para a presidenta do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do RS (Sindjors), Vera Daisy Barcellos, “estamos em luta desde a perda da necessidade do diploma para se alcançar o registro profissional, no caso dos jornalistas; e, agora, procuramos o apoio de todas as instâncias políticas e de demais profissionais atingidos pela MP 905/2019, como radialistas, sociólogos, publicitários, secretárias, artistas, atuários, arquivistas, guardadores e lavadores de veículos, técnicos em arquivo, espetáculo de diversões e secretariado, que devem ser reconhecidos por toda a sociedade”.

 

Já a presidenta do Sindicato dos Sociólogos, Viviane Menengussi, destacou que “todas as profissões são da base de geração de conhecimentos que sustentam os saberes adquiridos nas universidades ou nos cursos técnicos; o que, sem o registro, colocam-se como um processo de desqualificação ainda maior”.

 

O representante da Associação Riograndense de Imprensa (ARI), Vilson Romero, afirmou ao deputado Redecker que as mudanças propostas na MP 905/2019 terão um reflexo direto na perda de qualidade dos profissionais e, consequentemente, dos respectivos locais de trabalho. O vice-presidente da Regional Sul, da Federação Nacional dos Jornalistas, FENAJ, José Nunes, reforçou o que tem sido feito em âmbito nacional, por todos os sindicatos da categoria: “temos que avançar nas discussões para que possamos unificar, cada vez mais, esta luta, não só pelo registro profissional, mas para que a MP 905/2019 seja devolvida pela Câmara e o Senado federais”.

 

Na opinião do deputado, Lucas Redecker, as sugestões apresentadas pelo grupo serão revistas de acordo com o que for proposto em plenário, quando a MP 905/2019 estiver sendo analisada por todos os parlamentares; mas, para ele, há coerência na reivindicação pela validade do registro profissional, de todas as categorias. A presidenta do Sindjors, Vera Daisy, reforçou que a luta vai continuar e que outros apoios estão sendo buscados. Estiveram também presentes as jornalistas, assessoras de imprensa, Adriane Costa e Jane de Oliveira, da região do Vale do Sinos, responsáveis pelo encontro; e a jornalista do gabinete do deputado, Magali Beckmann.

 

Fonte: Neusa Ribeiro/Imprensa Sindjors

 

Tags: Associação Riograndense de Imprensa - ARI - Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) - Frente dos Sindicatos Integrados em Defesa das Profissões - José Nunes - Sindicato dos Jornalistas Profissionais do RS (SINDJORS) - Sindicato dos Sociólogos - Vera Daisy Barcellos - vice-presidente da Regional Sul - Vilson Romero - Viviane Menengussi
Cadastrada em 06/12/2019