Detalhes Notícia


Sindjors reformata oposição à Cota de Solidariedade junto com a categoria

Em reunião virtual aberta a toda a categoria, na noite dessa quinta-feira (04/06), a diretoria do Sindjors, com a colaboração dos profissionais presentes, chegou a uma nova formatação para a oposição à Cota de Solidariedade, neste cenário de pandemia pela Covid-19. O jornalista manifestará sua oposição, via e-mail, conforme orientação publicada no site e neste comunicado.

 

A presidenta Vera Daisy Barcellos comemorou a decisão conjunta da categoria, de forma extraordinária: “nossa gestão tem esse objetivo de discutir com os jornalistas as demandas trazidas por eles. O sindicato quer estar a cada dia mais próximo daquele que é a sua razão de existir, o jornalista”. No entanto, a presidenta também alertou sobre a necessidade de intensificar o aporte financeiro para a sobrevivência do Sindjors. São compromissos mensais, com funcionários, assessorias jurídica e contábil, empresa de TI, luz, condomínio, material de escritório, higiene e outros.

 

De acordo com a segunda tesoureira Silvia Fernandes, “são despesas que ultrapassam os R$ 10 mil mensais, sem contar as dívidas anteriores, que negociamos e precisamos honrar. Se tivéssemos um número suficiente de associados isto nos permitiria manter ativa a saúde financeira do sindicato”. Prosseguindo, Sílvia, destacou que “precisamos nos fortalecer, como categoria, uma vez que os direitos trabalhistas são atacados diariamente, e os jornalistas são desrespeitados e, até mesmo, agredidos”.

 

Por isso, Vera Daisy pede que, aqueles que se opuserem à Cota de Solidariedade – aprovada, por unanimidade, em assembleia geral extraordinária do dia 19 de abril último – se proponham, ainda assim, a contribuir com um valor espontâneo, dentro das possibilidades de cada um e cada uma, conforme foi aprovado durante a reunião de ontem à noite. Outra deliberação da categoria firmada  é que “ aqueles que ainda não são filiados, filiem-se”.

 

O processo

É importante salientar que os documentos preenchidos e cartas assinadas estão valendo, para a oposição à Cota de Solidariedade, porém, a partir de hoje e até o dia 10 de junho próximo, o processo será feito apenas por e-mail (secretaria@jornalistasrs.org). No site do Sindjors está o formulário. É preciso imprimir, preencher, assinar e enviar por e-mail, junto com cópia do documento de identificação com foto e assinatura, para conferência. Quem não tiver impressora em casa, pode escrever este formulário, com letra legível, fotografar e enviar por e-mail, junto à foto do documento (frente e verso) usando o celular.

 

Aqueles que desejarem contribuir com um valor dentro das possibilidades do próprio orçamento, podem fazê-lo por meio de transferência bancária. As contas do Sindjors são:

 

Banrisul

Ag 0062

C/C 2002691404

CNPJ 92.955.202/0001-05

 

Itaú

Ag 8875

C/C 14383-9

CNPJ 92.955.202/0001-05

 

Caixa Econômica Federal

Ag 0428

C/C 00150176-5

Operação 003

CNPJ 92.955.202/0001-05

 

Importante enviar comprovante para secretaria@jornalistasrs.org

 

Filiação

Para aqueles que quiserem reconstruir o Sindjors, junto à atual diretoria – que trabalha incansavelmente, há dez meses, para manter o sindicato ativo, com a representatividade que precisa ter -, a presidenta Vera Daisy faz um convite: “filiem-se, caminhem conosco, participem trazendo as demandas e, juntos, vamos nos fortalecer”. O processo de filiação pode ser feito por e-mail, durante a pandemia. No site do Sindjors estão elencados os documentos necessários, quais sejam:

– Cópia do diploma (frente x verso)ou comprovante de escolaridade;

– Cópia do registro profissional;

– Cópia da identidade e CPF;

– 1 Foto 3×4 (com fundo branco e boa resolução);

– Comprovante de residência;

– Proposta de sócio preenchida, assinada e com a digital do polegar direito.

 

Imprimir a ficha, preencher todos os dados, assinar com caneta preta no espaço indicado sem ultrapassar as linhas, coletar a digital com almofada de carimbo preta ou azul.  Depois de preenchida, a ficha deve digitalizada (ou fotografada) e enviada por e-mail, juntamente com os documentos. As taxas devem ser depositadas numa das contas já expostas e são de R$ 35,00 (capital) e R$30,00 (interior). O comprovante deve ser enviado por e-mail (secretaria@jornalistasrs.org).

 

Quaisquer dúvidas podem ser enviadas por e-mail. Apenas o espaço físico do sindicato está fechado. A diretoria continua trabalhando diariamente para atender todas as demandas.

 

Clique aqui para baixar a ficha de sindicalização.

 

Clique aqui para baixar a ficha de oposição em PDF.

 

Clique aqui para baixar a ficha de oposição em WORD.

 

Fonte: Carla Seabra/Imprensa Sindjors

 

 

Cadastrada em 05/06/2020