-->

Detalhes Notícia


Piso da categoria dos jornalistas tem reposição com base no índice do INPC

O IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística divulgou, no último dia 10 de junho, o índice do INPC – Índice Nacional de Preço ao Consumidor – de junho e o acumulado dos últimos 12 meses. Este percentual, que mede a variação de preços para o consumidor na economia brasileira, é aplicado aos valores dos pisos da categoria de jornalista, nas cláusulas econômicas e nos demais serviços sugeridos pela tabela do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul – Sindjors, valendo a partir de 1º de junho de 2020 até 31 de maio de 2021. O índice acumulado, no período de junho de 2019 a maio de 2020, foi de 2,05%.

 

Mesmo reconhecendo ser este o menor índice do INPC dos últimos 20 anos repassado ao piso da categoria, a direção do Sindjors salienta, no entanto, que obteve significativa vitória junto aos sindicatos patronais, ao garantir a renovação, mantendo todas as cláusulas, da Convenção Coletiva de Trabalho para o período 2020/2021. Aprovada, por unanimidade, em Assembleia Geral Extraordinária realizada no dia 19 de abril último, a renovação do acordo coletivo garantiu 100% do INPC dos últimos 12 meses, divididos em duas parcelas, num cenário em que grande parte das empresas sequer oferece a reposição da inflação.

 

Com isso, os valores dos pisos dos jornalistas ficam, a partir de 1º de junho de 2020, distribuídos como seguem:
Capital: R$ 2.537,90 / Interior: R$ 2.161,09
De 1º de junho de 2020 a 31 de dezembro de 2020.
E
Capital: R$ 2.564,04 / Interior: R$ 2.183,35
De 1º de janeiro de 2021 a 31 de maio de 2021.

 

A íntegra da Convenção Coletiva de Trabalho, assinada em 20 de abril deste ano, está publicada no site do Sindjors (www.jornalistas-rs.org.br), junto ao Acordo Coletivo de Trabalho Emergencial por Motivo de Força Maior (Pandemia COVID-19), que garante direitos aos jornalistas que tiveram salários e jornadas afetados pela pandemia.

 

Na época, a presidenta Vera Daisy Barcellos contou que foram duas semanas árduas de negociação para preservar ao máximo os direitos dos jornalistas, diante do cenário imposto pelas medidas do Governo Federal, antes e durante a pandemia de Covid19.

 

A direção do Sindjors lembra que, mesmo com a oferta de serviços de forma virtual, o sindicato também está atendendo com horário marcado, na sede da instituição, especialmente aos colegas jornalistas sindicalizados que desejam o acompanhamento em rescisões contratuais. Em caso de dúvidas ou sugestões, procure os canais de comunicação online. O Sindjors trabalha para que os serviços e benefícios cheguem de forma ágil e facilitada para os colegas sindicalizados.

 

Fonte: Carla Seabra/Imprensa Sindjors

 

 

Tags: IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - INPC - Índice Nacional de Preço ao Consumidor - Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul (SINDJORS)
Cadastrada em 15/06/2020