Detalhes Notícia


AGENDE-SE - Sindjors promove oficina sobre violências contra as mulheres jornalistas

Na quinta-feira, dia 27/8, a partir das 19h30min até às 20h30min, as profissionais jornalistas não podem perder a Oficina Aspectos Jurídicos da Violência contra as Mulheres, promovida pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do RS – Sindjors, a ser realizada pelo escritório Soraia Mendes, Marcus Santiago & Advogadas Associadas.

 

O evento será pela plataforma Google Meet. As inscrições estão abertas, são gratuitas, e devem ser feitas para secretaria@jornalistasrs.org , contendo o nome completo e o contato telefônico/ WhatsApp das jornalistas para o recebimento do link da plataforma online que será disponibilizado 15 minutos antes do evento começar. O prazo final para se inscrever é 26/08.

 

A parceria que ocorre com o Escritório de assistência jurídica feminista foi constituída, no início deste ano, para a defesa de mulheres jornalistas, que são atingidas por atos de violências variadas e não conseguem denunciar o que sofrem em seus ambientes domésticos, nos espaços de trabalho e, igualmente, quando fazem coberturas de eventos públicos. Embora, em seus dias de exercício jornalístico, as profissionais da imprensa divulguem notícias sobre assassinatos de mulheres, vítimas de violência doméstica, abusos sexuais e, também, violência patrimonial.

 

A constatação, no entanto, não é fato novo, como aponta o relatório Mulheres jornalistas e liberdade de expressão  publicado pela Relatoria Especial para a Liberdade de Expressão da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) e com a mesma avaliação do parceiro do Sindjors, para casos de violência contra profissionais da comunicação, associadas e não associadas.

 

De acordo com a pesquisa da Comissão Interamericana, a violência contra as jornalistas revela “um padrão de discriminação estrutural, que tem suas raízes em conceitos relacionados à inferioridade e subordinação da mulher”. O relatório examina a violência física contra mulheres jornalistas, bem como o assédio online e dentro das redações.

 

A Oficina será feita pela advogada Soraia Mendes, pós-doutora em Teorias Jurídicas Contemporâneas pela UFRJ, doutora em Direito, Estado e Constituição pela UNB, mestra em Ciência Política pela UFRGS, Consultora da Comissão Nacional de Direitos Humanos do Conselho Federal da OAB. Foi coordenadora nacional do Comitê Latino Americano e do Caribe para a Defesa dos Direitos das Mulheres – CLADEM/BRASIL (2016 a 2019) e é autora de obras de referência para a defesa dos direitos das mulheres, dentre as quais “Criminologia Feminista: novos paradigmas” (Editora Saraiva) e “Processo Penal Feminista” (Editora Atlas).

 

Fonte: Imprensa/Sindjors

 

 

Tags: Aspectos Jurídicos da Violência contra as Mulheres - defesa de mulheres jornalistas - escritório Soraia Mendes - Marcus Santiago & Advogadas Associadas - Sindicato dos Jornalistas Profissionais do RS (SINDJORS)
Cadastrada em 24/08/2020


Clicando em "Aceito todos os Cookies", você concorda com o armazenamento de cookies no seu dispositivo para melhorar a experiência e navegação no site.