Detalhes Notícia


Entidades pedem ao governo do RS priorização para os profissionais de imprensa na vacinação contra Covid-19

Ofício assinado por representantes de seis organizações foi entregue ao vice-governador destacando o caráter essencial da atividade de levar informação à sociedade.

Seis entidades representativas de categorias da imprensa do Rio Grande do Sul levaram ao governo gaúcho pedido para inclusão dos profissionais jornalistas, radialistas, repórteres fotográficos e cinematográficos, que atuam na atividade essencial de levar informação à sociedade, como grupo prioritário na vacinação contra a Covid-19 no Estado.

 

Ofício com a solicitação e dados que justificam a importância de imunizar os profissionais dedicados à garantia do direito fundamental de informação foi assinado pelas direções da Associação dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do Estado (ARFOC-RS), da Associação Riograndense de Imprensa (ARI), da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ), do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do RS (SINDJORS), da Associação dos Cronistas Esportivos Gaúchos (ACEG), e do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Radiodifusão e Televisão do Estado (Sindicato dos Radialistas).

 

O documento foi entregue nesta terça-feira (13/4) pelo presidente da ARFOC-RS, Rodrigo Ziebell, ao vice-governador do Rio Grande do Sul, delegado Ranolfo Vieira Júnior, que levará a demanda para avaliação da Secretaria Estadual da Saúde e do Gabinete de Crise da Covid-19 do Estado.

 

Ao mesmo tempo, as entidades lançaram uma campanha para sensibilizar as autoridades e contar com o apoio da população quanto à urgência de imunizar os profissionais de imprensa, que seguem nas ruas para apurar e levar informação com credibilidade a todos os gaúchos. As peças, que destacam o caráter essencial da imprensa na sociedade, estão sendo veiculadas nas redes sociais. As entidades envolvidas convidam todos os profissionais do jornalismo e veículos de mídia do Estado a darem visibilidade à campanha.

 

Dentre as principais argumentações no ofício entregue ao governo do Estado, destacam-se a importância para todo cidadão do direito à informação e o risco que estes profissionais correm para levar as notícias à população. Os dados do dossiê “Jornalistas vitimados por Covid-19”, elaborado pela FENAJ, mostram que o Brasil registrou o maior número de jornalistas mortos pela doença no mundo. Foram 169 óbitos de abril de 2020 a março de 2021. Os números dos três primeiros meses de 2021 superam todo o ano de 2020, quando foram registradas 78 mortes de abril a dezembro. Em 2021, já são 86 vítimas, 8,6% acima do total do ano passado.

 

Mesmo diante desses dados alarmantes, as entidades reforçam que continuarão cumprindo o seu papel, uma vez que o exercício da profissão é inerente à preservação da cidadania e da democracia. Nessa missão, assim como os profissionais da saúde, as categorias dos profissionais de imprensa também estão fazendo sacrifícios. A prioridade na vacinação trará a segurança necessária para que possam seguir realizando o importante trabalho de levar informação confiável à população, o que também é essencial para salvar vidas.

 

Dessa forma, o pleito das categorias busca a intermediação oficial do governo gaúcho junto ao Ministério da Saúde para tornar possível a inclusão da classe como grupo prioritário no Plano Nacional de Imunização (PNI) contra a Covid-19. Considerando que o RS possui cerca de 11,5 milhões de habitantes, o conjunto de todos os associados a serem vacinados corresponde a um percentual ínfimo desse total, o que não provocará alteração ou prejuízo no planejamento de vacinação da população gaúcha em geral.

 

Confira aqui, a íntegra do ofício e a relação de representantes que subscreveram o documento entregue ao vice-governador:

 

Associação dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do Estado do Rio Grande do Sul (ARFOC-RS), presidente Rodrigo Rodrigues Ziebell, repórter fotográfico e policial militar;

 

Associação Riograndense de Imprensa (ARI), presidente José Maria Rodrigues Nunes, jornalista;

 

Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ), vice-presidente Sul, José Maria Rodrigues Nunes, jornalista;

 

Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul (Sindjors), presidenta Vera Daisy Barcellos Costa, jornalista;

 

Associação dos Cronistas Esportivos Gaúchos (ACEG), presidente Alex Bagé, jornalista e comentarista nos veículos de comunicação do Grupo RBS;

 

Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Radiodifusão e Televisão do Estado do Rio Grande do Sul (Sindicato dos Radialistas), presidente Antônio Ricardo Malheiros, radialista profissional.

 

 

Fonte:  Associação dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do Estado do Rio Grande do Sul (ARFOC-RS)

 

Tags: Associação dos Cronistas Esportivos Gaúchos (ACEG) - Associação Riograndense de Imprensa - ARI - Federação Internacional dos Jornalistas - Federação Nacional dos Jornalistas - FENAJ - FIJ - jornalismo - jornalistas - Sindicato dos Jornalistas Profissionais do RS - Sindicato dos Radialistas RS - SINDJORS
Cadastrada em 14/04/2021