Detalhes Notícia


Teletrabalho é a novidade na pauta de reivindicações entregue para a patronal

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do RS (Sindjors) encaminhou, por e-mail, no dia 13/05/2021 a pauta de reivindicações dos jornalistas do segmento de jornais e revistas e do segmento rádios e TVs.

 

A inclusão do teletrabalho é a grande novidade da pauta deste ano. Ela pede o fornecimento de equipamentos necessários ao desempenho das atribuições e, em caso de utilização de equipamento próprio, garantia de ressarcimento dos custos de manutenção.

 

Clique aqui para analisar as principais reivindicações.

 

A pauta contém ainda pedido de ajuda mensal de R$ 150,00 para indenizar despesas com internet, energia elétrica, telefone, papel para impressão, tinta, água e outros. Direito à desconexão e obediência aos horários de trabalho, salvo contrato escrito, para utilização de comunicadores fora do contrato de trabalho, prevendo remuneração igual a 30% do valor do seu salário hora ordinário.

 

A presidenta do Sindjors, Vera Daisy Barcellos Costa, destaca que “a Campanha Salarial 2021-2022 se concentra na manutenção dos direitos já conquistados pela categoria e contidos na Convenção Coletiva de Trabalho. No entanto contém avanços nas cláusulas sociais e se dedica especialmente em cláusulas abrangendo o teletrabalho.”

 

Vera faz um chamamento às jornalistas e às jornalistas para que acompanhem as negociações, participem das reuniões a que sejam convidados, bem como das assembleias de aprovação da pauta. Sua participação é importante para fortalecer a representatividade da direção do Sindjors na mesa de negociações.

 

A direção do Sindjors aguarda que os sindicatos patronais marquem as reuniões de negociação.

 

JUNTOS SOMOS FORTES. JUNTOS SOMOS MAIS!

 

Texto: Rosa Pitsch/Diretoria Sindjors

 

Tags: Federação Internacional dos Jornalistas - Federação Nacional dos Jornalistas - FENAJ - FIJ - jornalismo - jornalistas - Sindicato dos Jornalistas Profissionais do RS - SINDJORS
Cadastrada em 18/05/2021