Núcleo de Diversidade e Gênero

O Núcleo de Diversidade e Gênero surgiu em 2008, resultado de uma tese proposta pelo SINDJORS e aprovada no Congresso Nacional dos Jornalistas, realizado em São Paulo. Desde então, o núcleo realizou diversas atividades, entre elas a parceria com o Coletivo Feminino Plural, em adesão à campanha Ponto Final à Violência contra as Mulheres, pela descriminalização do aborto, e o curso de Gênero, Raça e Etnia, com o objetivo de promover a cultura igualitária, democrática e não reprodutora de estereótipos envolvendo mulheres, orientação sexual e racial. Encampado pela Fenaj, o curso teve o patrocínio da ONU Mulheres e atingiu mais de 750 jornalistas, comunicadoras e estudantes em dez Estados.

 

Fruto desta mobilização, o SINDJORS assumiu a representação do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Porto Alegre (COMDIM), com a eleição da diretora Vera Daisy Barcellos para a presidência. Na gestão atual, o SINDJORS, em parceria com o COMDIM, lançou a campanha Não Somos Culpadas, além de promover uma oficina com a jornalista e cientista política Telia Negrão.



No 8 de março de 2017, participou da Marcha das Mulheres, em Porto Alegre: